Reflexão da Semana: Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível! Chico Xavier.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Comissão aprova obrigar SUS a fornecer sangue e remédios a pacientes

Marcus Pestana, relator na Comissão de Seguridade Social, defendeu a aprovação do projeto
A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara aprovou, no último dia 15, o Projeto de Lei 6718/09, do Senado, que garante a todos os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) a disponibilização de sangue, componentes, hemoderivados, medicamentos e demais recursos necessários ao diagnóstico, à prevenção e ao tratamento de suas doenças.
 
A proposta altera a Lei 10.205/01, que regulamenta a coleta, o processamento e a distribuição do sangue, seus componentes e derivados. O trecho da lei que recebe nova redação diz que a Política Nacional de Sangue rege-se pelos princípios de universalização do atendimento à população.

Relator na comissão, o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) defendeu a aprovação do projeto. “Para garantir aos pacientes do SUS o fornecimento de medicamentos hemoderivados ou produzidos por biotecnologia, esperando assegurar a necessária priorização de recursos, para viabilizar o direito dos pacientes à assistência terapêutica integral, inclusive farmacêutica”, afirmou.

A intenção original do autor, senador Marconi Perillo (PSDB-GO), era assegurar meios para o tratamento dos pacientes portadores de coagulopatias congênitas (hemofilias), mas a proposta foi alterada durante a tramitação no Senado e estendida para todos os pacientes do SUS.

Tramitação
O projeto, que tramita de forma conclusiva, segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:


Agência Câmara Notícias'

 

REGIÃO OESTE: Corpos encontrados amarrados em Mossoró são identificados

Os dois corpos encontrados amarrados e com tiros na cabeça na noite do último sábado (25) no 
Mossoró (RN) - Os dois corpos encontrados amarrados e com tiros na cabeça na noite do último sábado (25) no assentamento Lorena, na zona rural de Mossoró, foram identificados por familiares no Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP).

Trata-se do caminhoneiro Alex Sandro Bandeira de Farias, de 40 anos, residente no bairro Belo Horizonte em Mossoró, e o auxiliar administrativo Francisco Xavier Pereira, de 30 anos, residente em Campinas, no Estado de São Paulo. Alex morou por muito tempo em SP e lá deixou familiares. Francisco Xavier veio com ele para Mossoró há pouco tempo.

Segundo a Polícia Militar, os dois foram levados ao local pelos assassinos e lá foram executados. O local é pouco movimentado à noite. A casa mais próxima fica distante cerca de 1 km.

O duplo assassinato está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) de Mossoró.

O caso está sendo contabilizado como o nono e décimo rapto seguido de morte no município em 2015. 
Somente em julho, já são quatro pessoas mortas da mesma forma.

Leia mais:

            Jovem é encontrado morto em estrada carroçável em Mossoró
            Pedreiro raptado é encontrado morto em matagal em Mossoró



A polícia não tem informações sobre quem poderia ter cometido o crime.

Mossoró Hoje

V - Conferência Municipal de Assistência Social de Paraná-RN

A Exma. Sra. Prefeita, Oriana Rodrigues junto ao Conselho Municipal de Assistência Social CMAS, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho convida toda a população de Paraná para participar da V CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, que tem como Tema: “CONSOLIDAR O SUAS DE VEZ RUMO A 2026”, com o intuito de avaliar e propor diretrizes para a consolidação do Sistema Único de Assistência Social - SUAS.


Local: Câmara de Vereadores de Paraná - RN
Data: 29/07/2015 (quarta-feira)
Horário: 08h00

Sua participação será indispensável para o fortalecimento das Políticas Públicas de Assistência Social em nosso município.
 
Oriana Rodrigues
Prefeita Municipal

Juliana Crysthina Meyrelles
Sec. de Assistência Social e do Trabalho

Elizangela Almeida Mesquita
Presidente do CMAS

Nosso Paraná

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Mulher é morta pelo namorado em academia de Mossoró

A comerciante Cristiane Bezerra de Moura Câmara, de 38 anos, foi executada na manhã desta segunda-feira (27) com vários disparos no bairro Nova Vida, zona leste de Mossoró.
 
O ex-namorado da vítima é o principal suspeito, segundo informou a polícia.

Cristiane estava em uma academia quando foi abordada pelo suspeito. Ela foi alvejada cerca de três vezes e morreu no local.

O suspeito fugiu. Segundo a polícia, trata-se de Oliveira Carlos Araújo. Ele estaria insatisfeito pelo fim do namorado há cerca de duas semanas.

O corpo da comerciante foi removido para exames na sede do ITEP.

Este é o crime 93 no ano de 2015 em Mossoró, e será investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM).

Mossoro Hoje
 

sábado, 25 de julho de 2015

Investigações do MPRN resultam em prisão de ex-governador no RJ

Ex-governador do Rio Grande do Norte, Fernando Antônio da Câmara Freire
A prisão do ex-governador do Rio Grande do Norte, Fernando Antônio da Câmara Freire, ocorrida neste sábado (25), foi fundamentada em três pedidos de prisão feitos pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Os mandados foram expedidos pelos juízes responsáveis pela 4ª, 7ª e 8ª Varas Criminais de Natal. Todos os pedidos são de prisão preventiva do ex-governador.

Agora, com sua detenção preventiva, o ex-governador será conduzido de volta ao Rio Grande do Norte onde já possui algumas condenações por desvio de dinheiro público.

Fernando Freire já havia sido preso anteriormente em 2007 quando foi acusado pelo MPRN de estar “manobrando para impedir a realização do seu interrogatório, evadindo-se do distrito da culpa”.

O interrogatório do qual ele é acusado de evitar diz respeito ao processo no qual foi denunciado por suposto desvio de R$ 346.024,02 do Governo do Estado, em maio de 2007.

O pedido de prisão preventiva foi feito pela Promotoria do Patrimônio Público em novembro daquele ano quando o membro do MPRN informou à época que tentava ouvir o ex-governador desde 31 de agosto de 2007.

A ação que resultou na prisão do ex-governador, que era monitorado há duas semanas, contou com a participação do serviço de inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed) que repassou informações à Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

Ministério Público do Rio Grande do Norte

REGIÃO OESTE: Tiroteio no centro da cidade com duas pessoas mortas e uma ferida

A ocorrência foi registrada na manhã de hoje, 25 de julh de 2015, no Hotel Caraubas, no centro da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte e terminou com duas pessoas mortas e uma ferida por bala perdida.

Segundo informações, um indiviíduo chegou ao local para acertar as contas com outro. Durante os disparos o principal alvo foi ferido e morreu no local. Outra pessoa foi ferido na perna com uma bala perdida e não corre riscos de morrer.

Na fuga, o acusado atirou em uma guarnição na Policia Militar. Ele foi perseguido e caiu baleado em frente ao Supermercado Rebouças da Avenida Alberto Maranhão. Mesmo sendo socorrido as pressas, não resistiu e morreu no Hospital Regional Tarcisio Maia.


FOTOS


O Câmera


sexta-feira, 24 de julho de 2015

"O político é eleito para servir ao povo, não para ser servido", diz Herval Sampaio

O juiz Herval Sampaio Júnior, em seu blog "Novo Eleitoral", na coluna Opinião, fez uma explanação sobre a atual situação política brasileira abordando especificamente a classe política nacional. Buscando responder a pergunta colocada no título do artigo, "Será que o Brasil merece os políticos que têm?", o magistrado, que é o atual diretor do Fórum Silveira Martins, em Mossoró (RN), mostra a atual situação política e norteia caminhos para se alcançar a solução do problema.

Confira a seguir, a análise completa feita pelo Dr. Herval:
 
Será que o Brasil merece os políticos que têm?

Essa é a grande pergunta que devemos nos fazer nesse momento!

Sei que a resposta que darei não agradará a ninguém, contudo, direi o que penso, sem receio de nada, mesmo ciente das críticas que virão, desta feita não somente dos políticos, pois a população, em sua maioria, não gostará de ouvir a realidade.

Mas, ciente do meu papel de cidadão, não posso me furtar em dizer o que penso, especialmente quando objetivando despertar uma consciência coletiva que, quase sempre, somente vem com o choque das ideias contrapostas.

O momento é de muita tristeza e, sinceramente, não pensei que chegássemos a esse ponto. Não adianta querer culpar somente os políticos pela patente crise ética que estamos vivendo e, por conseguinte a própria banalização da roubalheira que se vê de “cabo a rabo” como se diz em todos os setores da vida pública em nosso país.

É oportuno que de plano se registre que tal situação de longe pode ser atribuída somente aos nossos políticos, sendo óbvio que por muito tempo escondemos por debaixo do tapete a poeira da corrupção e da inversão ética dos valores de um homem público e a própria concepção da palavra política, banalizando tudo isso ao ponto de há muito tempo nossos políticos terem se esquecido do principal papel de um político, qual seja, servir ao bem comum do povo.

Ou seja, não se pode buscar na política nada, repito, nada de interesse pessoal, além dos próprios benefícios do cargo, que sinceramente são discutíveis pela quantidade exagerada de privilégios que a maioria dos cargos políticos nesse país trazem, o que leva ao ponto de as pessoas quererem chegar ao poder, justamente pelo o que ele lhe beneficia, quando na realidade esse poder deveria ser tido tão somente como meio para realização das necessidades públicas.

O momento é muito difícil, contudo pode servir de processo, na acepção da palavra para que possamos depurar de uma vez por todas essa triste realidade indiscutível que passamos em nosso país durante muitos anos, principalmente no processo eleitoral (Triste realidade da politicagem brasileira: uma verdade que precisa ser enfrentada com rigor e firmeza e Triste realidade da politicagem brasileira II: uma verdade que precisa ser enfrentada com rigor e firmeza).

Não temos a pretensão de achar que mesmo com todo esse cenário e a partir do processo de depuração, que hora estamos defendendo, se possa acabar totalmente com a corrupção, pois é impossível que isso ocorra. Contudo, cremos piamente que podemos pelo menos inverter o cenário atual para que aquilo que é indiscutivelmente regra geral passe a ser exceção.

Nesse texto não podemos por óbvio generalizar e também não podemos atingir nenhum dos políticos que tiveram seus nomes atingidos nos últimos escândalos, principalmente na semana passada, porém, é indiscutível que precisamos responder à pergunta que não quer calar:

Nós, povo brasileiro merecemos os políticos que temos?
Digo, sem receio, em que pese respeitar, desde já, posições em contrário, que merecemos sim os políticos que temos. Não só porque fomos nós que os colocamos em seus cargos, mas, também, pela certeza de que esses políticos tão somente retratam a essência de nossa sociedade. Ou melhor, a nossa própria essência, corrupta por natureza, em que buscando sempre os nossos interesses egoístas, esquecemos sempre do bem comum que devia trilhar nossas condutas.

Nos pequenos gestos, já dizemos o que somos e para que e a quem servimos, sendo patente que o povo brasileiro, por sua grande maioria, não preserva os valores básicos e culturais necessários de uma sociedade para que possa cobrar de seus políticos a mesma postura e talvez por isso a gente veja no cenário atual a total apatia do povo brasileiro com tantos escândalos, escândalos estes que se renovam de tempo a tempo, e infelizmente demonstram a mesma apatia, como se o povo achasse normal ou até mesmo compactuasse com tudo isso.

Os pequenos exemplos dados em junho de 2013 e até mesmo esse ano, por duas vezes, não foram e nem são suficientes para que os próprios políticos reconheçam que suas ações, regra geral, estão totalmente erradas e o mais importante, que passem a mudar.

E não dizemos isso como discurso vago!Pode-se ver claramente que os políticos não nos ouviram e isso restou comprovado no trato com que os mesmos tiveram com a reforma política ainda em andamento, que sinceramente chamem de tudo menos de reforma, pois não se toca em nenhum momento em qualquer aspecto substancial que venha mesmo que de longe a combater ao que chamamos de estrutura do poder pelo poder (A reforma que não reforma).

Como entendemos que os escândalos atuais e passados demonstram a origem de toda a corrupção, qual seja, a patente influência do poder econômico, do poder político e do poder midiático em todo o processo eleitoral, fazendo com que poucas empresas e pessoas dominem na essência todo o processo eleitoral e elegendo evidentemente quem não tem qualquer compromisso, repito, qualquer compromisso, com os desejos mínimos de um povo tão sofrido e que não tem os seus direitos assegurados há bastante tempo em nossa Constituição.

Sabe o por quê?
Digo: porque o financiamento empresarial é um investimento pesado que aufere lucros inimagináveis no mercado e que cobra dos políticos uma fatura que ele, pessoalmente, não paga nada, sobrando para o dinheiro público bancar tudo isso como estamos vendo atordoados.

Infelizmente, a maioria esmagadora dos políticos descumpre a constituição, descumpre as leis, descumpre os valores mínimos éticos, e tudo isso somado faz com que se tenha o poder e o dinheiro, como meta principal de suas ações, não se vendo, em momento algum, de todo esse processo, qualquer possibilidade de efetiva punição dos políticos, pelo menos nesse momento promiscuo de campanha e prestação de contas ().

Daí porque, não temos a menor dúvida, de que suas excelências, com certeza, continuarão a praticar tais atos, pois já perceberam que o povo brasileiro, pode até não concordar, mas não conseguem se expressar e, principalmente, agir para combater tais desmandos.

Estamos vendo nesse atual momento a renovação dos mandatos de alguns políticos, outrora formalmente condenados pela prática de improbidade de uso do dinheiro público pela influência do poder econômico em suas campanhas, levando-se a crer que o resultado de tudo o que ocorreu não serviu de lição alguma. Pelo contrário, deve ter servido de incentivo para que outros políticos e os mesmos continuassem a agir desse modo, o modus operandi que se diz de ação dos políticos brasileiros vem se repetindo com a desfaçatez sem precedentes.

E porque que não se vê qualquer mudança?
Repito, porque talvez nós somos claramente a reprodução desses mesmos políticos e nós quando me refiro é a maioria do povo brasileiro, com raras exceções de homens públicos não só na política, incluindo o Legislativo e Executivo, como do Judiciário, que se surgem e tentam lutar bravamente para retirar da política tais corruptos, contudo, por incrível que pareça, o povo os coloca de volta, e os coloca sem qualquer cerimônia.

Temos vários exemplos recentes de políticos que foram pegos, como se diz, “com a boca na botija”, e foram punidos pelo Judiciário, até mesmo pelos seus próprios pares e, passada a punição, muitas vezes branda, voltaram ao cenário político pela mão, ou melhor, pelo voto do próprio povo. Ora, se o povo vê tudo isso que está acontecendo e ao invés de tomar atitudes, atitudes firmes, utilizando a sua maior arma que é o voto, age justamente em sentido contrário, avalizando tais condutas e colocando de volta, verdadeiros larápios da coisa pública, para administrar os recursos do erário.

Fica, desse jeito, óbvio, em nosso sentir, que tais políticos refletem a realidade de nossa sociedade, daí porque com muita tristeza, eu respondo mais uma vez, sem nenhuma tergiversação, que o Brasil merece sim os políticos que tem.

E esse triste quadro somente mudará, acredito, se houver uma mudança comportamental radical, repito, radical, na compreensão de todos esses fenômenos, de modo que daqui por diante possamos com a nossa maior arma, que é o voto, mudar tal realidade e nesse momento cobrar das autoridades competentes, o verdadeiro processo de depuração ética, da política como um todo, envolvendo membros de qualquer poder.

Tenho esperança de que as coisas efetivamente possam vir a mudar. E se por acaso não ocorrer tal mudança brusca, haverá tão somente mais um escândalo, como aqueles que vimos num passado bem recente, dois, já bem recentemente. E, com certeza, diante do cenário de intrigas pessoais totalmente desregradas dos objetivos institucionais, só estamos esperando o próximo escândalo, ou melhor, os próximos escândalos e mais uma vez, continuaremos com muito discurso e poucas ações, como é da praxe das autoridades e do povo brasileiro.

Sei que serei mal compreendido com esse pequeno texto. Prefiro, contudo ser, do que ser no futuro, de algum modo ser criticado por não ter lutado, por não ter me indignado, como há muito tempo e venho dizendo, com tudo isso e lutando pessoalmente e não como juiz para expurgar na maior quantidade possível todo e qualquer tipo de corrupção, pois só assim teremos políticos que estejam em total consonância com a mudança comportamental, que o povo brasileiro de uma vez por todas precisa passar.

Não será fácil, mas não tenho duvida alguma que é possível sim!!
Porque quando nos tocarmos de que todo o problema reside em nós mesmos e em nosso comportamento nas urnas e deixarmos de transferir tal responsabilidade para tais políticos (Analfabetos Políticos!!), os nossos filhos e netos, terão a esperança de ver um Brasil bem melhor, do que a tristeza que estamos vendo nesse momento difícil de total inversão dos valores básicos de um país que formalmente quer ser enquadrado como de primeiro mundo e nunca o será enquanto não agir firme no combate a corrupção.

Desta feita, podemos agir de modo imediato e mediato. Primeiro, cobrando nesse momento a efetiva apuração e punição de todos os envolvidos nos escândalos de desvio de dinheiro público, doa a quem doer, indo mais uma vez, às ruas e ao Congresso Nacional fazer a devida pressão para que desta feita se faça a tão sonhada depuração em nossa política e depois já nas próximas eleições, usar a nossa maior arma contra tudo isso que é o voto consciente e totalmente desatrelado de qualquer vantagem individual.

Sem essas duas posições firmes, continuaremos nesse estado ou até mesmo bem pior do que isso, pois como dito, quando mais se esperava uma posição firme dessa reforma politica tanto no campo constitucional quanto infraconstitucional, a par de todos esses escândalos, os nossos políticos, com todo respeito, com a maior “cara de pau” mantiveram e sofisticaram o financiamento empresarial, o que demonstra que eles querem continuar sendo pau mandados, não do povo, mas sim, das poucas empresas que descaradamente roubam o dinheiro público e o divide com os políticos corruptos, com a certeza de que nada vai lhes acontecer.

Dentro desse cenário, não existe outra resposta à pergunta feita no início, senão a certeza de que nós merecemos “sim” os políticos que temos. Agora, se vamos continuar com eles, aí são outros “quinhentos”.

Como venho bradando há muito tempo em vários textos, palestras, aulas, entrevistas, etc, tudo só depende de nós e se vamos mudar essa triste realidade só o futuro nos dirá, já que o passado e o presente demonstram uma apatia jamais vista de um povo que tanto sofre como se resigna facilmente e o pior ver o erro e insiste no mesmo com a esperança sabe-se lá do que!!
Mossoró Hoje

Prefeitura de Antonio Martins implanta programa para auxiliar os fumantes a largarem o vício

Antonio Martins (RN) – Para ajudar os fumantes a largar o cigarro, a Prefeitura de Antonio Martins, através da Secretaria Municipal de Saúde, lançou nesta quinta-feira, 23 de julho, no Salão Paroquial, o Programa de Controle do Tabagismo no município, com a formação do primeiro grupo de combate a dependência.

O objetivo é incentivar os participantes a abandonarem o tabaco, a partir do tratamento contra o fumo, com ações e medicamentos que auxiliam a controlar o vício.

“Além de disseminar informações sobre os malefícios do tabaco, o programa estimula mudanças de atitude e comportamental”, destacou a secretária municipal de Saúde, Clébia Fernandes.

O programa conta com um grupo de 30 participantes e é desenvolvido em parceria com o NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família).

Os dependentes são acompanhados por uma equipe multidisciplinar, composta por médico, psicólogo, enfermeira, nutricionista, fisioterapeuta, odontólogo e educador físico.

“O tabagismo, assim como a alimentação não saudável, a inatividade física e o uso abusivo de álcool, está entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de infarto agudo do miocárdio, AVC e câncer”, ressaltou Drª. Vivianne Morais.

Para o acompanhamento efetivo dos usuários, são realizadas cerca de quatro sessões por mês. As pessoas interessadas em parar de fumar participam de um encontro semanal.

No próximo encontro, marcado para o dia 30 de julho, os dependentes receberão medicação composta por um adesivo de nicotina e comprimidos antidepressivos.

A finalidade dos encontros é dar apoio aos fumantes para que consigam parar de fumar sem ter recaídas. Muitos conseguem largar o vício já na terceira semana de tratamento.

O Programa de Controle do Tabagismo faz parte das ações articuladas pelo Ministério da Saúde contra a dependência tabagista.
 
FOTOS
Drª. Vivianne Morais fala sobre os malefícios do cigarro à Saúde do fumante
Participantes assistem palestra esclarecedora sobre os problemas causados pelo fumo
Trinta fumantes se inscreveram para participar do grupo de controle do tabagismo

Por Assessoria de Comunicação

 

Governo antecipa pagamento dos salários a 6.592 servidores na região Seridó

O Governo do Estado antecipou para esta sexta-feira, 24, o pagamento dos salários dos servidores públicos estaduais nos municípios do Seridó. "Isto foi possível graças aos esforços da administração que atualizou e mantém em dia o pagamento dos servidores. Importante também registrar que o pagamento vai reforçar a economia local e possibilitar uma melhor participação nas homenagens a Nossa Senhora Santana, que é a padroeira em vários municípios daquela região", afirmou o governador Robinson Faria.
 
A medida chega a 26 municípios Acari, Bodó, Caicó, Campo Redondo, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Equador, Florânia, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Jucurutu, Lagoa Nova, Ouro Branco, Parelhas, Santana do Matos, Santana do Seridó, São Fernando, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Vicente, Serra Negra do Norte, Tenente Laurentino Cruz, Timbaúba dos Batistas
 
São beneficiados 6.592 servidores. A folha importa em R$ 20.190.234,00, considerando o valor bruto e R$ 14.419.986,00, valor líquido.
 
Os demais servidores receberão os vencimentos do mês de julho nos dois últimos dias do mês.
 
Por Assecom RN

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Comerciante baleado na porta de casa na cidade de São Miguel morre a caminho do hospital local

A cidade de São Miguel, localizada na Região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou mais uma morte violenta no início da noite de hoje, 23 de julho de 2015. O crime aconteceu por volta de 20 horas e 30 minutos, no bairro Manoel Vieira.

Segundo informações, o comerciante, Francisco de Assis de Souza, estava na frente de sua residência e quando percebeu a aproximação de dois indivíduos de motocicleta, tentou correr, mas foi alvejado e caiu na sala de casa.

Assis foi socorrido por populares, mas já chegou na unidade Hospital de São Miguel sem vida. A polícia não tem qualquer informação sobre a motivação para o crime e nem dos acusados.

O corpo Francisco de Assis de Souza, será encaminhado para o Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep em Mossoró, onde será necropsiado.

O Câmera

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More